- FAÇA SUA DOAÇÃO: BANCO DO BRASIL, AGÊNCIA 1184-3, CONTA CORRENTE 34.292-0 -

Artigo: Coleta Seletiva uma questão de ECO-Economia

  • 10 de agosto de 2016

Muito tem se falado sobre reciclagem, mas na prática pouco está sendo feito de forma planejada e inclusiva.

No Brasil é minoria o número de municípios que contam com políticas públicas de incentivo a coleta seletiva e quando existe este serviço público não atende à demanda necessária da população como um todo, muitas vezes ficando restrito a algumas áreas onde residem a população mais economicamente privilegiada.

A legislação ambiental existente não é aplicada e muito menos fiscalizada e a situação caótica vai se arrastando com a protelação de prazos e o não cumprimento de metas assumidas.

Milhares de municípios brasileiros não contam sequer com aterros e os lixões continuam a céu aberto degradando o meio ambiente, o solo, e lençóis freáticos, servindo como pontos de proliferação de animais peçonhentos e vetores de enfermidades.

Sabemos que existem algumas louváveis iniciativas como cooperativas de catadores ou agentes ambientais, eco pontos, caçambas comunitárias, etc., mas isso ainda é muito pouco, estamos muito longe de alcançar um nível mínimo de aproveitamento em se tratando de reciclagem e reutilização de resíduos sólidos.

Precisamos investir pesado em ações de conscientização ecológico-ambiental se quisermos aumentar a eficiência da coleta seletiva. E enquanto os gestores públicos e também a sociedade como um todo não tomarem para si essa responsabilidade iremos continuar desperdiçando recursos eco- econômicos.

A exemplo de países desenvolvidos como Canadá, Japão entre outros que tratam com seriedade a questão do “lixo”, o Brasil não pode mais esperar, é uma questão de sobrevivência e sustentabilidade cuidar dos nossos resíduos, não apenas a nível legislativo, mas colocar em prática os preceitos socioambientais vigentes na constituição federal para garantir os direitos das futuras gerações.

Que país você quer deixar para seus descendentes? Não deixe para amanhã, comece hoje a fazer a separação doméstica de seus resíduos e cobre das autoridades de sua cidade a implantação efetiva da coleta seletiva em seu bairro.

Autor: TINOCO, Marcos Aurélio. Técnico em Controle Ambiental e Presidente da AMAECO Associação Amigos do Meio Ambiente e da Ecologia.

Compartilhe em suas redes sociais:

OUTROS POSTS

Projeto Adote uma árvore, Plante essa ideia.

Este projeto é de caráter permanente e inicia-se todo ano…

ARTIGOS – Meio Ambiente e Ecologia

Envie um texto de até 20 linhas sobre o tema…

Novo site AMAECO

Depois de muito trabalho, começamos o 2º ano da AMAECO…

Deixe seu Comentário

4 × dois =

EMPRESA PARCEIRA

ASSINE NOSSA NEWSLETTER

CONFIRA NOSSA AGENDA

.

<< out 2019 >>
dstqqss
29 30 1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31 1 2

 PRODUTOS AMAECO

TELEFONES ÚTEIS

Horto Municipal
16 3919 5099

Conselho Mun. do Meio Ambiente
16 3603 9130